Tom: Gm

Refrão:

  Gm
Templos, igrejas, centros, sinagogas
    F
Mesquitas, terreiros, batuques de uma oca
  Gm
Círculos, florestas, cidades cheias de droga
  F
Rezo e prezo a prática da yoga

Nissin:                   (Gm F)

Em qualquer canto minha rima meu santo
Meu manto sagrado é o pranto
Se caio tanto é porque levanto
Na outra queda já tô preparado pro tombo
Não leia a lei, faça a lei
Na terra de quem tem um olho é rei
Quanto mais sei, sei que nada sei
A humildade é o que torna um sensei
Pros homens bons e pros ruins
Princípios são meios para alcançar fins
Sua dimensão é a atmosfera que vibra
pra onde você tá afim
Eu sou mais eu quando penso em você
Página em branco pronto pra escrever
Em linhas certas humanos tortos tentam se entender

Refrão:

  Gm
Templos, igrejas, centros, sinagogas
    F
Mesquitas, terreiros, batuques de uma oca
  Gm
Círculos, florestas, cidades cheias de droga
  F
Rezo e prezo a prática da yoga


Hélio Bentes:      (Gm F)

Somos ovelhas de um só pastor
Somos um só um só coração
Um só amor!
Por isso eu peço por favor!

Não negue ajuda ele quer te ajudar
Sempre fez de tudo pra te resgatar
Independente de religião
O amor de Deus nada vai superar

Querem falar sem saber porque
Sem saber qual é do proceder
Rasta não é religião
Rastafari é a forma de viver

E sem ter que mudar de assunto
Em qualquer lugar do mundo
Se encontra gente com fé
Em seu íntimo mais profundo   (Gm F) 3x

[master johnny clarke maximun respect]

(Gm F)                 beat box

Não tenho medo de dar o golpe de misericórdia
Eu vim aqui pra isso, eu vim pra causar discórdia
Sabotage no controle, o sistema se auto sabota
Rap é compromisso, e os menor acha que é moda
Minha tropa, trota, rumo a rota pra entrar pra história
Que seja satisfatória, a estrada provisória
Divina e transitória, simplória, preparatória
Contraditória, predatória, rumo ao que não tem escapatória
Obrigatória, missão do pão nosso de cada dia
Minha poedia migratória
Sem inspiração ou dedicatória
Somos bastardos em glória
Familias criadas em divórcios
relações mantidas por negócios
Na era eliminatória
Educadores se dividem entre a cultura rica
E os livros pobres como palmatória
Na mente a divisória
Entre o vento que bate no rosto e as lembranças na memória
Me da mais uma dose compra mais um maço de cigarro
A vida é um jogo de sorte, e hoje eu tô com sorte nos dados
Chego pesado igual hanckok
Guerreiro bradock a lenda como um
Tatuador oriental de outro planeta
Sem máquina barulhenta, so free hand de caneta
Minhas vitórias, minhas conquistas
Minhas derrotas, minhas perdas
E bom como um passe de mágica ganhei mais uma letra
Nem todo adulto perdeu seu lado menino
Assim como nem todo judeu é contra o estado palestino
Chino, oriente, helio bentes, johnny clarke & dubatak
Nos que reina pirâmide foda se os illuminatti

Refrão:

  Gm
Templos, igrejas, centros, sinagogas
    F
Mesquitas, terreiros, batuques de uma oca
  Gm
Círculos, florestas, cidades cheias de droga
  F
Rezo e prezo a prática da yoga

Hélio Bentes:     (Gm F)

E tem que ter fé
Tem que ter fé
E se tem fé sabe como é

Não importa se é cristão
Católico, rasta ou do candomblé

Tem que ter fé
Tem que ter fé
E se tem fé sabe como é

Se acredita em buda, krishna
Sellasie (sei la se) cristo ou maomé


Enviada por Sem inscrição
Nº de acordes: 3